A-
A+
Sexta-Feira, 18 de maio de 2012
Greve de motoristas acaba em Natal; trens continuam parados

Motoristas e cobradores de Natal voltaram ao trabalho na tarde desta quinta-feira após quatro dias de greve. Toda a frota da cidade parou da madrugada de segunda-feira (14) até a manhã de hoje.

Segundo o advogado do sindicato das empresas de transporte, Augusto Maranhão Valle, os trabalhadores vão receber 6% de reajuste salarial. Discussões sobre vale-alimentação e escala de folgas ocorrerão nos próximos dias.

Eles pediam 14,3% de aumento no salário e 10% no vale-alimentação.

A greve dos motoristas coincidiu com a greve dos ferroviários e metroviários, que atinge Natal e outras quatro capitais --Belo Horizonte, Recife, João Pessoa e Maceió-- desde terça-feira (15). Em Minas, a paralisação começou um dia antes.

A população da capital potiguar ficou sem transporte público nesse período. A Polícia Militar do Estado chegou a intervir na manhã desta quinta, obrigando que 30% dos ônibus entrassem em circulação.

METRÔS E TRENS


Funcionários da CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos), que opera nas cinco capitais em greve, continuam trabalhando com "escala mínima" --das 5h20 às 8h30 e das 17h às 19h30, na capital mineira, e das 5h às 9h e das 16h às 20h, na pernambucana. No restante do dia não há viagens.

Já em Natal, João Pessoa e Maceió os trens operam em horário normal, mas fazem apenas 30% das viagens.

Na sexta-feira, às 14h, os grevistas se reúnem com diretores da CBTU, na sede da estatal, no Rio, para nova negociação. Eles reivindicam aumento de 5,1%. O governo federal não ofereceu nenhum reajuste. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística
Imprimir
Enviar por e-mail
< anterior | seguinte >
Anuncie | Quem Somos | Fale Conosco | Asses. de Imprensa
Copyright 2008 © Portal NewsComex - Todos os direitos reservados. Uma empresa do RM GROUP