A-
A+
Terça-Feira, 26 de junho de 2012
Ferrovia que passará por Lucas do Rio Verde começa a sair do papel

A Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico), um dos projetos considerados fundamentais para o Movimento Pró-Logística de Mato Grosso, começa a sair do papel. Na semana passada, a Valec, empresa pública federal responsável pela construção e concessão de serviços de ferrovias, publicou edital para contratação do projeto executivo dos 890 quilômetros entre Campinorte (GO) – onde se integra a Ferrovia Norte-Sul - a Lucas do Rio Verde. A obra foi dividida em sete lotes.
 
O projeto executivo é um relatório técnico aprofundado sobre a obra e só depois de concluída a elaboração deste documento é que a Valec irá abrir licitação para iniciar efetivamente a obra. A previsão é que o estudo esteja concluído em meados de 2013 e as obras iniciem em 2014.

O coordenador executivo do Movimento Pró-Logística, Edeon Vaz, destacou que a notícia trouxe ânimo aos produtores rurais de Mato Grosso. Considerada a ‘Ferrovia da Soja’, dada a sua vocação para atuar no escoamento da produção agrícola do Centro-Oeste, em especial de Mato Grosso, maior produtor de soja do país, a Fico vai permitir que os grãos produzidos nas regiões Médio-Norte, Nordeste e Leste do estado saiam em direção aos portos de São Luís (MA), Ilhéus (BA), Pecém (CE) e Suape (PE).

“Este projeto está entre as prioridades do Movimento e a Fico é um dos projetos de ferrovia mais atrasados do país. A expectativa inicial da Valec era ter iniciado as obras no fim de 2010. Depois, o prazo passou por sucessivos adiamentos por conta de falhas no projeto básico. Agora, com o projeto executivo, mais detalhado e técnico, acreditamos que finalmente a obra vai ser concretizada”, afirmou Vaz.
 
Com a ligação via ferrovia, o milho e a soja produzidos no interior do Brasil poderão abastecer os mercados consumidores do Nordeste, principalmente as granjas de aves.
 
O Movimento Pró-logística é uma união de diversas entidades do setor produtivo de Mato Grosso, sob coordenação da Aprosoja, com o objetivo de reduzir os custos do frete para o Mato Grosso, melhorar a logística para o escoamento da produção e aumentar a competitividade dos produtos mato-grossenses.
 
Entre as obras que o Movimento considera como prioridades estão: a conclusão da BR-163 até Santarém; a conclusão da BR-158 até a divisa com o Pará; a implantação da BR-242, ligando Ribeirão Cascalheira, na BR-158, até Sorriso, na BR 163; a implantação da BR-080, ligando Ribeirão Cascalheira a Luiz Alves, em Goiás; a viabilização da hidrovia do Juruena - Teles Pires-Tapajós.
 
A entrega das propostas para execução do projeto está marcada para o dia 24 de julho, às 10h, na sede da Valec, em Brasília. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística
Imprimir
Enviar por e-mail
< anterior | seguinte >
Anuncie | Quem Somos | Fale Conosco | Asses. de Imprensa
Copyright 2008 © Portal NewsComex - Todos os direitos reservados. Uma empresa do RM GROUP